Você conhece o SXO a evolução do SEO?

O SXO (Search eXperience Optimization) tem sido cada vez mais utilizado no universo Web. Há quem afirme até que o SEO está a caminhar para a extinção. E porquê? Porque o SEO (na grande maioria das vezes) apenas se baseia em melhorar os resultados nas pesquisas pelos motores de pesquisa, deixando por vezes outros pormenores muito importantes “esquecidos”.

O SXO baseia-se (tal como o próprio nome indica) na otimização da experiência do utilizador quando navega num website.

Um exemplo simples é a página com o erro “404 – Not Found”.

O SEO pode ser fantástico, mas se depois a experiência do utilizador no website não for a mais positiva, todo o trabalho desenvolvido em SEO não servirá para nada.

Imagine que clica numa página nos resultados de um motor de pesquisa e é redirecionado para uma página “inexistente”. Esta situação é má para SEO, mas é ainda pior para o utilizador. O que acontece? O utilizador provavelmente volta aos resultados de pesquisa e escolhe outro website!

Outro exemplo, que infelizmente é bastante recorrente, é a utilização de produtos sem descrição, imagem e informações adicionais numa loja online (por exemplo). Logo, por muito bom que seja o trabalho SEO, se o utilizador não reconhece qualquer valor acrescentado no website que acaba de visitar certamente não voltará, escusado será dizer que neste caso nem com o “melhor” SEO haveria bons resultados.

Search eXperience Optimization

Embora apenas tenha mudado uma palavra – ‘engine’ para ‘experience’ o SXO fornece uma visão muito diferente. Aqui estão quatro maneiras de focar/melhorar a experiência que dá aos seus visitantes/compradores, e, finalmente, o valor que ele dá ao seu negócio:

1. O utilizador como “centro” do seu negócio online

Não se esqueça que será uma pessoa e não uma máquina a comprar seja o que for no seu website/loja. Com isto queremos dizer que deve verificar se o tipo de linguagem que utiliza no website/loja está efetivamente enquadrada com o utilizador final.

Se fizer esse pequeno procedimento, irá certamente associar melhor as palavras chave que identificam o que pretende vender. Se o conteúdo é verdadeiramente valioso, terá cada vez mais visitas e com isso mais relevância para classificação nos motores de pesquisa.

Lembre-se, quem pesquisa são pessoas, não os motores de pesquisa.

2. Alinhar com os objetivos dos administradores

Muito provavelmente, o termo SEO não é associado com tanta importância como um objetivo estratégico por parte dos administradores das empresas.
Contudo, a “experiência do cliente” já o será. Cada vez mais os administradores pretendem não só angariar novos clientes, como também fidelizar os existentes. Para que isso seja possível ter uma experiência de qualidade em todas as fases de um relacionamento comercial é fundamental.

Ter um website/loja que cative os clientes poderá ser um excelente início para uma relação comercial.

3. Alinhar com a equipa de desenvolvimento WEB

No desenvolvimento de soluções web, sobretudo aquelas que terão uma forte interação com o utilizador final, o SXO deve estar o mais presente possível. É fundamental que todos os envolvidos no processo de desenvolvimento estejam focados na experiência do utilizador (UX – User eXperience). O importante é que os utilizadores encontrem a informação correta e de fácil acesso. Ninguém gosta de procurar “eternamente” informação num website!

4. Alinhamento estratégico da pesquisa orgânica ou paga

SEO, SEA, PPC, SEM. Quem se importa? O mais importante é “dar” ao utilizador aquilo que ele realmente procura. Claro que é importante ter excelentes resultados nos resultados das pesquisas, mas deve, como é óbvio, integrar tudo numa só estratégia.

Por vezes existem equipas diferentes e autónomas nas estratégias WEB, uma equipa para SEO, outra para desenvolvimento, outra para anúncios, etc. Apesar de não ser “errado”, certifique-se que essas equipas comunicam entre si e que elevem ao máximo a otimização da experiência do utilizador, seja em valência for.

Quanto mais os utilizadores valorizarem o seu website/loja, mais facilmente o mesmo terá uma melhor classificação nos motores de pesquisa. Todo o trabalho envolvente será mais potencializado (Vendas, novos clientes, etc).