Aprenda a combater os 5 maiores problemas de SEO

seo problemas

Como em qualquer assunto em tudo na vida trabalhar com SEO também possui alguns problemas ou seja nem tudo são flores como diz o ditado popular e este é justamento o foco desta postagem, nós separamos os 5 maiores problemas de SEO e as suas soluções para você resolve-los de uma vez por todas confira a seguir!

1 – Seguir a cartilha de boas práticas não é útil em sites novos e que estejam crescendo.

Essas dicas geralmente são indicadas para serem aplicadas em projetos que já estão um tempo no ar, com o intuito de otimizar seu website ao máximo. Em websites recém criados ou projetos que estão colhendo seus primeiros resultados recentemente essas práticas servem apenas para protegê-los de problemas que podem acontecer futuramente – não sendo um fator para um “bom ranqueamento”, por exemplo.

É por isso que muitos webmasters se decepcionam ao lançar seus projetos seguindo um guia de boas práticas de SEO e mesmo assim não conseguem obter resultados expressivos. Pense nessas práticas quando o seu website estiver com as páginas indexadas e já estiver recebendo tráfego orgânico dos motores de busca.

2 – O que fazer quando seus concorrentes estão usando técnicas maliciosas para ranquear bem

Aí você vai lá e digita a palavra-chave principal de seu projeto no Google e percebe que três websites estão bem posicionados com um conteúdo bastante questionável, especialmente quando se trata de agregadores de conteúdo, blogs que fazem troca de links, etc. Não é incomum o webmaster se perguntar ou se irritar ao idealizar que, ele trabalhando duro e seguindo as regras, não conseguiu obter resultados expressivos em seus projetos e que seus concorrentes estão lá em cima com um serviço pobre, não-original e malicioso. Fica difícil compreender porque o Google ainda não puniu tais websites.

Nesse momento é hora de fazer uma análise profunda e se questionar algumas vezes: será que esse website está bem ranqueado por conta dessas técnicas maliciosas? Talvez o Google entenda que esses websites não possuem um conteúdo ruim e e a gente, webmaster, não esteja vendo esses fatores que estão auxiliando o site “pobre” ficar em primeiro.

Quando isso acontece, precisamos fazer uma análise detalhada do website e tentar identificar todos os motivos que estão o fazendo ranquear bem. Porém, é possível que o Google deixa passar alguns casos que de fato utilizam técnicas maliciosas e estejam tirando um bom proveito disso. Nessa situação, basta denunciar.

3 – Meu site some do Ranking e não entendo meus resultados

É muito comum observar uma flutuação diária/semanal de determinada (s) palavras-chave, tanto pra cima quanto pra baixo. Algumas vezes alguns webmasters ficam assustados por terem o tráfego reduzido em alguma palavra-chave e quando foram conferir o que aconteceu descobrir que tinha caído umas 2 posições no ranque. E depois de uns dois dias tudo voltou ao normal.

Isso acontece porque há diversos fatores que influenciam nessa flutuação, como por exemplo: quando você atualiza o artigo em questão; quando seus concorrentes fazem o mesmo; quando o volume de pesquisa da palavra-chave aumenta ou diminui; quando ocorre alguma atualização no próprio buscador, etc.

Faça uma análise de suas páginas que mais sofrem flutuações e tente compreender quais são os fatores que estão influenciando essas alterações (como por exemplo: se o concorrente adicionou alguma informação nova, se o google mudou seu algorítimo, etc).

4 – Não consigo controlar o SEO totalmente

Isso é natural e acontece com a maioria. O fato é que são muitos os fatores que influenciam em um bom posicionamento e não podemos controlar todos eles. Acontece. Realmente trabalhar com SEO é trabalhar em cima de possibilidades e incertezas, pois não há como obter uma “prática certeira” que vai fazer sua página ficar em primeiro lugar e as ferramentas sempre trabalham com informações aproximadas, o que não ajuda muito.

Além de conhecer muito bem o público alvo do seu website, a dica é apostar em diversos cenários, especialmente naqueles que você tenha mais controle. Por mais que você não consiga adivinhar o que é o melhor a ser feito, tente sempre realizar pequenas mudanças e documentar seus resultados. Nunca saberemos quando o Google irá mudar seu algorítimo e estar antenado é uma das melhores dicas nesse mercado imprevisível.

5 – É muito difícil concorrer com as grandes marcas no Google

Às vezes temos uma ideia muito boa para um novo projeto e quando vamos ver uma grande marca possui um website naquele nicho. Isso desanima qualquer um e mesmo você sendo um especialista em SEO, dá pra saber que ‘brigar’ por determinadas palavras-chaves pode ser um gasto desnecessário de dinheiro e energia. Dá para perceber que as grandes marcas muitas vezes possuem recursos destacados nos resultados e como se isso já não fosse ruim o bastante, o próprio Google agora mostra resultados instantâneos em seu próprio site, desviando as potenciais visitas que antes iriam para os sites que estavam nas primeiras posições dessas palavras-chave.

A dica para combater as grandes marcas é apostar em palavras-chave que elas não estão trabalhando e investir pesado nelas. Muitas vezes, o crescimento de um website de alguma grande empresa vem do fato de ganhar links espontâneos, fruto de sua imagem pública e serviços prestados. Aposte em um conteúdo mais revelante do que as grandes marcas e tente otimizá-lo ao máximo, sempre buscando espaços que não foram preenchidos e que ainda não foram muito explorados.

Essas foram as 5 dicas sobre como combater os 5 maiores problemas de SEO.

Conheça alguns app de celular para auxiliar o seu projeto de SEO

O celular se tornou um utensilio indispensável para a grande maioria da população em geral e para muitos os desktops e notebooks já se tornaram objetos obsoletos e nós que trabalhamos com SEO também temos opções de aplicativos que nos permite monitorar nosso sites e projetos sem ficar presos ao PCs, usando nossos smartphones e tablets.

seo-apps

Rank-o-Meter

Este App para SEO permite a inclusão de seu domínio e até 2 palavras-chave (versão grátis) para monitorar o posicionamento de seu site nos resultados de pesquisa do Google (SERP).
O aplicativo ainda permite que você defina até quantas posições deseja monitorar (8,16,32,64). Para o propósito do app ele cumpre o objetivo, mas essa funcionalidade de monitoramento de posição você consegue inclusive por meio do Google Webmaster Tools e demais softwares elaborados do setor como SeoMoz. Pra quem deseja apenas ficar conferindo posição na SERP rapidamente é um BOM app, mas se você perceber algum problema ele não lhe disponibilizará mais recursos para análise.

Web Dr.

Este App para SEO, ao menos na versão gratuita, é muito mais uma ferramenta de WHO IS do que de SEO. 5 de suas 6 principais ferramentas são voltadas a questões de informações de domínio e registro. Apenas em sua última ferramenta ele sugere um relatório de SEO INFORMATION que por sinal apresentou problemas na versão testada V1.1 não emitindo qualquer informação, apenas erros.

WEBSITE SEO ANALYSER:

Este aplicativo para SEO traz informações sobre localização do site, número de páginas indexadas, análise On Page (Size, Load Time, Meta Tags, Titulos, Alt Images) e link profile (page rank, volume de links, page deep links e bookmarks). Para uma avaliação rápida de um site, é um app para seo que pode ser útil.

SEO OBSERVER:

Este App para SEO está no idioma Alemão, mas é até possível “advinhar” o que se pede na tela que é o domínio e 1 palavra-chave para realização da análise. Esta análise envolve verificação de posição do site na SERP para Google, Bing e Yahoo (apesar de com certeza não levar em consideração o país local da busca), o Page Rank (ok), e nos detalhes o app apresenta análise de presença da keyword no titulo, conteúdo, domínio, url, h1, h2, meta description e keyword, link internos e externos. Uma análise realmente “rasa” para ser considerado um bom app de SEO, aquele que você pode dizer que vale realmente a pena até comprar.

SPYDERMATE SEO SCORECARD:

Este aplicativo para SEO traz a sua métrica de pontuação do site entre 0 a 100 sobre os quesitos de SEO que considera. Um relatório rápido, que exige apenas o domínio, nos informa o Domain Authority (vimos que é o mesmo valor da SEOMOZ!), Unique Domain BackLinks (que apresentou um valor incomum em relação a SEOMOZ por exemplo), Facebook Shares, Twitter Shares, Google+ Shares, Domain age, que parece ser bem reais. E por fim 2 informações de tráfego e keyword voltadas para as buscas nos Estados Unidos, logo sem valor para o SEO em sites brasileiros. Interessante que o app faz um registro histórico para acompanhamento, o que é útil. Porém os dados a serem acompanhados é que não são lá grandes informações ou informações de longe medianas para análise de SEO.

SEO ANALYSIS TOOL – Web page one:

Eis que surge um app para SEO com certo aprofundamento e melhor, orientação sobre os resultados obtidos, que se mostrou bem interessante para aquela análise rápida de um site para um futuro cliente. Os relatórios são separados por análise de domínio, OnPage, Headings, OffPage e um Resumo final.
Os dados de domínio estão certos, apesar de ser uma pequena análise ficando o destaque para a informação de volume de links do site. Dos fatores OnPage ele traz inicialmente os dados do site (titulo e meta tags) e faz uma análise de tamanho e relevância, colocando ao final uma consideração ao final sobre os dados obtidos, um tanto quanto útil para detecção de problemas.
Na análise de Headings ele identifica cada utilização de H1 até H6 bem como Alt Images.
A verificação OffPage mostra o page size, load time, page rank, back links (este menor do que o valor real do site analisado e conhecido), alexa rank (ok), Dmoz link, volume de páginas indexadas, shares sociais e bookmarks.
No resumo final ele faz considerações sobre o conteúdo e volume de palavras na página analisada. Uma análise interessante foi a detecção de possível keyword em SPAM ou em repetição demasiada, análise estrutural sobre css e html e por fim dos backlinks externos e interno bem simples. Um aplicativo para SEO um tanto qual útil e confiável, não fosse pela falha de análise do volume de links.

HUB SPOT:

Hub Spot já é um serviço bem conhecido no meio SEO mundial, e como habitual durante o tempo que leva para fazer a análise do report ele traz uma série de frases interessantes ou mesmo engraçadas sobre o setor. Para chegar ao relatório ele lhe pede para registrar ou deixar para depois “later”. Se não quiser se registrar, clique em “Later” para ir logo aos relatórios.
A Hub Spot faz uma análise levando em consideração o conceito de FUNIL de CONVERSÃO – TOP of FUNNEL – MIDDLE of FUNNEL – LEAD GENERATION.
No App você encontrará uma série de recomendações para o site que vão além de questõe de SEO e que levam em consideração ações que são vistas como criadoras de LEADS que no final é mais importante do que um mero posicionamento na SERP. Vale a pena inclusive se registrar no site e utilizar o free trial por 30 dias. Você encontrará alguns habituais fatores de SEO, mas ficará satisfeito com todas as orientações adicionais!

LINK JUICE:

Este aplicativo de SEO obtém informações gratuitas e abertas junto a ferramentas como SEOMOZ, MajesticSEO e SEMRush. O app traz informações de Page Authority, Total Links, Domain Authority e Domain MozRank em uma grade inicial. Posteriormente é possível ver detalhes sobre Anchor Text, Linking Domains e Linking Pages (dados SEOMOZ). As informações de Indexed Urls e External Backlinks são extraidas da MajesticSEO. Os dados da SEMRush paracem não estar em perfeito funcionamento mais. Adicionalmente o app tras as TOP linked pages do site por meio da SEOMOZ. Ou seja, várias consultar de boas ferramentas em um app só, porém limitados aos dados gratuitos, se você não assina nenhuma destas ferramentas, é um APP que vale a pena ter, apesar das falhas em alguns indicadores.

KEYWORD DENSITY LITE:

Este app para SEO calcula a densidade de uma palavra-chave em uma determinada página do site. É possível verificar até 5 palavras-chave em uma mesma url de uma só vez. Este app possuia uma falha para trabalhar com palavras acentuadas. Estive em contato com o desenvolvedor e o mesmo de prontidão me respondeu e em menos de 48 ajustou e soltou uma nova versão do app corrigindo o problema de acentuação.Para o fim específico ele cumpre o que promete.

 

 

7 tendências de SEO atuais para se manter a frente da concorrência

2216565Já estamos chegando na metade do ano mais nunca é tarde para começar a implementar as técnicas de SEO em seu Site ou Blog, se o seu negócio online precisa de um UP, aplicando algumas das técnicas de otimização de sites que apresentaremos a seguir os seu resultados melhoraram significativamente.

Manter-se atualizado em relação as últimas tendências em Search Engine Optimization(SEO) tem fundamental importância para manter a vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

1) Palavras amigas do “Beija-Flor”

Não, não estou sendo hippie. O beija-for, ou melhor, o Hummingbird é o algoritmo responsável por compreender as buscas realizadas pelo usuário. Ele que faz a diferenciação de uma palavra exata x a intenção de pesquisa do suário.

As palavras-chave ainda são importantes na elaboração do conteúdo. Mas agora você deverá pensar também em centenas de combinações diferentes que casem com o texto. Por exemplo, para uma floricultura que tem como palavra-chave o termo flores, tente inserir no texto frases como arranjo de flores para mesas, onde comprar flores para namorados, entrega de flores.

Em seguida, classifique estas frases em três categorias: informação, navegação e ação de compra. Crie conteúdos informativos e educativos, que ligam seu produto para a página de vendas. Consultas de navegação servem para quem está procurando por sua marca ou produto direto. Consultas de ação de compra são aquelas que vão direto ao ponto. Inclua as palavras desconto, comprar, contratar, etc.

2) Aprimorar a estrutura de URL do seu site

Ter uma estrutura simplificada de URL ajudam, muitas vezes, a melhorar o posicionamento de seu site nos mecanismos de busca. Sites com uma estrutura complicada tendem a perderem espaços e relevância. Lembre-se da busca amigável e foco no usuário.

URLs dinâmicas que acabam com caracteres como ?=id234+asjKs são as que possuem maior taxa de regeição, e por consequência, são as que mais sofrerão negativamente no ranking. Estas URLs não possuem os termos da pesquisa no link, não possuem as palavras-chave e seu índice de qualidade são completamente baixos. Invista um pouco mais de tempo no desenvolvimento e utilize as URLs amigáveis.

Atenção: Muitas pessoas acham que lotar a página de links é ótimo para o SEO do site. ERRADO – Páginas com muitos links ou com links irrelevantes ao conteúdo são penalizadas e o domínio pode até ser banido do mecanismo de busca. O Google não estabelece mais o limite de até 100 links por página, ao invés disso ele aconselha a fazer ligações relevantes aos leitores. Se você possui muitos links relevantes aos usuários do seu site, tente dividir este conteúdo em várias páginas.

3) Foco em poucos links, porém qualificados

É muito melhor ter poucos links vindos de grandes referências do que milhares de links em sites com pouco ou nenhum acesso.

Links Editoriais – Geralmente são ligações vindas de sites de comunicação. Notícias sobre sua empresa, citações, artigos, resenhas, etc. PS: Assim que sair um conteúdo seu em algum veículo, compartilhe na hora nas redes sociais #ficadica

Citação conjunta – Toda a vez que o link para seu site aparece junto com concorrentes ou produtos semelhantes. Ele é muito bom para o SEO pois o Google identifica que sua empresa é semelhante a outras que podem ter uma visão melhor no buscador. Uma forma simples de conseguir isto é fazendo uma lista como: “top 10 (termo para seu produto/serviço)” ou “Os melhores (termo para seu produto/serviço) de 2014“.

Exemplos: Top 10 sites de SEO do Brasil ou Os melhores sites de SEO de 2014

4) Veja além dos resultados personalizados

Os resultados do Google são totalmente personalizados de acordo com o seu histórico de navegação de localização de seu endereço IP. Isso faz com que o resultado de uma pesquisa sobre o mesmo termo emPorto Alegre seja completamente diferente para um usuário em Florianópolis.

Estes problemas podem aparecer também quando utilizamos uma ferramenta SEO em ambiente web, pois estas ferramentas pegam a sua localização e seu IP para as referências de consulta. Uma dica é utilizar oRank Tracker ou outra ferramenta do gênero que permita alterar os fatores de localização.

5) Criptografia segura HTPPS

A algumas semanas o Google anunciou oficialmente que o HTTPS seria um de seus fatores para o ranking das pesquisas realizadas pelos usuários. Isto significa que sites que utilizam o protocolo de segurança tendem a serem melhores posicionados no buscador.

Mas claro, se o seu site não lida com dados de clientes como CPF, RG ou Informações Financeiras estas alterações não farão a menor diferença no posicionamento. Portanto, se você possui um blog sobre a surf, não vai perdendo os cabelos tentando saber como colocar o HTTPS em seu site.

6) Mobile

Cada vez mais vemos mais e mais consumidores à procura de informações, produtos e preços a partir de dispositivos móveis. As marcas precisam estar preparadas para monetizar o tráfego de busca móvel, o que historicamente tem sido mais difícil de fazer do que em desktop. A experiência do site, conteúdos e fluxos transacionais precisam ser otimizados para atender o crescente fluxo de usuários de dispositivos móveis.

7) Diversificação dos canais e mais investimento em SEO

Durante muito tempo, o marketing digital, para ter escala, manteve-se muito dependente da plataforma do Google AdWords, que era capaz de trazer resultados no curto prazo. Uma grande tendência que pudemos ver no ano passado e que irá se intensificar em 2015 é a maior diversificação dos canais de tráfego, seja de grandes marcas ou de sites de comércio eletrônico. O SEO, com seu amplo leque de benefícios (relevância, autoridade, usabilidade, tráfego e aquisição de clientes ou vendas), em uma quantidade grande de empresas vem tendo o seu budget aumentado. Porque traz resultados. E vai aumentar cada vez mais.

O que é o Google Adsense e o que ele pode fazer por seu negócio na internet?

adsense-mobile-ads-1329918397O Google Adsense é a melhor solução de negócios para você que está começando um site, blog ou algum tipo de negócio e não sabe a melhor maneira de rentabilizar seu site ou negócio. Já trabalho com o Google Adsense há pelo menos 7 anos, desde que comecei a trabalhar com Adsense já faturei mais de 200.000 reais através desta  rentabilização. Ganhar dinheiro na internet não é fácil nao nunca foi fácil. Mas há sempre formas mais suaves e menos duras de começar alguma coisa, por mais difícil que pareça. O esquema do Adsense é uma coisa simples e espartana, você aluga espaços em seu site para anunciantes do Google. Estes anunciantes recebem cliques de acordo com os assuntos que você publica em seu site, e assim você ganha pelo aluguel do espaço em seu site.

O Google Adsense é uma forma bacana de prestar serviços a blogueiros e donos de negócios que desejam ampliar a margem de publicidade de seu negócio, através de novos clientes, novas visualizações e novas possibilidades. Um exemplo claro e simples, se você tem um blog sobre cinema e lançamentos de filmes, os anúncios que irão aparecer em seu site serão de cinemas, filmes, hq, séries e outros afins que se conectam a audiência de site, sendo assim todos ganham com esta exposição. O editor fica satisfeito, o anunciante e o Google, pois se trata de uma parceria ganha ganha, onde todos são beneficiados de alguma forma pela exposição dos anúncios hiper segmentados.

Os tipos de anúncios do Adsense são de diversos formatos, os mais comuns são de 300×250 pixels, 728×90, 300×300, 468×60, são formatos padrões onde os anúncios hiper segmentados aparecem, quanto melhor o design, o slogan ou o título de seu anúncio, mais bem colocado ou clicado será o anúncio, trazendo resultados tangíveis e expressivos para qualquer negócio que queira se beneficiar da publicidade em marketing digital.

Trabalhar com o Google Adsense é bem simples, delimite o espaço em seu site ou blog onde os anúncios irão aparecer, submeta ao Google a aprovação de seu site e aguarde, após seu site aprovado você se torna parceiro/sócio do sistema, e assim podemos começar a colher os frutos do trabalho de publicação de anúncios.

Uma dica quente, não adianta você ter sites na internet e não atualizar estes sites constantemente, é necessário você atualizar seus sites para que obtenha visitas, pageviews, visualizações e resposta de seu trabalho. Ao longo dos anos como blogueiro já tive mais de 20.000.000 de views de sites, além de milhões de visitas em mais de 60 sites e blogs que tenho publicado. Eu consegui isto atualizando constantemente e alimentando estes sites com o melhor que pude publicar. Então fica a #dica, atualize, publique conteúdo, faça seo, troque links, remeta seus sites e blogs doutros locais na internet, divulgue nas mídias sociais, replique com cuidado seu conteúdo, faça seu melhor, e as recompensas virão.

 

 

Beija-flor do Google afeta mais de 90% dos resultados das buscas, como não ter seu site afetado?

GoogleHummingbird-beijaflorVocê já ouvir falar sobre o ditado nas buscas “content is king” ou conteúdo é o rei! Pois é este é um ditado antigo para quem trabalha há muito tempo otimizando sites para internet. Graças a esta preocupação com conteúdo de meus sites, praticamente não fui afetado nos resultados de meus sites e de sites de clientes. A última atualização do Google veio para ficar, pois promete oferecer resultados locais mais relevantes para usuários e a combinação deles para oferecer o conteúdo e a melhor experiência para usuários. O Google já fez 15 anos de vida como empresa e como líder das buscas mundiais, seguindo a tendência de resultados cada vez mais relevantes a proposta agora é servir o melhor conteúdo aos usuários, e tudo que for de mais importante seguindo o interesse utilizado na pesquisa, principalmente em palavras de cauda longa. Cauda longa são termos e palavras chave qualificadas em mais de um termo na busca. Como por exemplo flores online rj, presentes para mulheres, coaching de vida e mais.

Continue reading “Beija-flor do Google afeta mais de 90% dos resultados das buscas, como não ter seu site afetado?”

SEO vende?

SEO vende e muito!
SEO vende e muito!

Que título ridículo e engraçado não é mesmo?! É claro que SEO vende pra cacete! 🙂 Imagina se você dentro de seu mercado ou nicho, sendo localizado por seus possíveis clientes dentre milhares de concorrentes, e você é o primeiro ou um dos primeiros neste mercado? O que você acha que o seu prospecto pensaria, ou o seu possível cliente te procurando e te achando ali nas primeiras posições não o consideraria especial? Sendo um dos primeiros dentre milhares de empresas, produtos ou concorrentes?  É claro que SEO vende, porque quando você é uma referência em seu negócio as pessoas pensam sempre nas primeiras posições como quem subiu em um pódium em uma corrida!

Quando você assume as primeiras posições nas buscas para diversas palavras chave no Google, e consegue obter o rankeamento das primeiras posições, o seu cliente verá em sua empresa, produto ou serviço a referência que precisava para entrar em contato com você, comprar seu produto ou no mínimo considerar o que está aparecendo em sua tela de computador, o que você tem como algo relevante para o a necessidade ou o desejo dele de achar algo de cara. Já ouviu falar em “Branding”, se não ouviu pesquise aí no Google pois não vou explicar aqui, brincadeira, branding é a força de sua marca ou nas buscas sua “autoridade”.

As primeiras posições no Google e em outros buscadores geram uma coisa chamada “AUTORIDADE” e a palavra significa justamente isto, autoridade é quem manda, quem está por cima, quem está nas “cabeças”, e se você, sua empresa, seu negócio ou produto está nas cabeças, e isto não é esperança, pode esperar que os clientes serão gerados e os negócios começarão a acontecer, de forma sistematizada, consistente e ao longo do tempo, e é o que é chamado “CAUDA LONGA” nas buscas, você continua vendendo indefinidamente um determinado produto, serviço ou o que quer que seja pois investiu no SEO, e SEO VENDE, e tenho dito!

É mais difícil otimizar sistemas prontos nas buscas orgânicas (SEO) do Google, Bing e Yahoo?

otimizar-sistemas-buscasUm cliente meu teve uma dúvida pertinente sobre ajustes internos de seu site para buscas orgânicas. E sua dúvida foi a seguinte: sei que faz parte do SEO a estruturação do site (não sei se é esse o termo correto), ou seja, resolver aquelas falhas que os programas como woorank ou wc3 apontam. Isso está na lista de serviços, certo?

Quando um programador criar um site ou gera um sistema sob medida, no geral ele não está preocupado com SEO, daí a dúvida deste cliente, sobre a correção de seu site em métricas que precisam ser ajustadas para W3C (o World Wide Web Consortium (W3C) é um consórcio internacional com cerca de 300 membros, que agrega empresas, órgãos governamentais e organizações independentes, e que visa desenvolver padrões para a criação e a interpretação de conteúdos para a Web).

Bem penso que este tipo de trabalho de padronização para WEB não seria exatamente de um profissional de SEO atualmente, devido a complexidade do trabalho de um profissional de SEO, e sim de um programador de HTML com skills de CSS avançadas ou mesmo do programador responsável pelo sistema, e eles não gostam muito de fazer isso (padronização de W3C), mas tudo bem, fazer o que, vamos ajustando o que precisa ser ajustado e padronizado, até porque faz diferença no resultado final se a coisa estiver ruim. E claro que isso afeta também a experiência do usuário e a avaliação nas buscas. Continue reading “É mais difícil otimizar sistemas prontos nas buscas orgânicas (SEO) do Google, Bing e Yahoo?”

Otimize os títulos de seus artigos e posts para obter mais visitas em seu site ou blog

Otimize os títulos de seus artigos para obter bons resultados de SEO
Otimize os títulos de seus artigos para obter bons resultados de SEO

Otimizar os títulos dos artigos de seu site ou blog é uma prática que tem de ser incorporada ao trabalho de editores, redatores e profissionais que publicam artigos em sites e blogs na internet. Mas este tipo de exercício não é lá muito praticado como deveria, e o resultado é que artigos fantásticos que poderiam gerar centenas ou milhares de visitas para seus autores ficam no limbo pela falta de definição e prática de escolher os melhores títulos com as melhores palavras chave para seus artigos. Continue reading “Otimize os títulos de seus artigos e posts para obter mais visitas em seu site ou blog”

As palavras chave não são mais fornecidas no Google Analytics por motivo de segurança dos usuários

importancia-da-palavra-chaveOs relatórios de busca orgânica com palavras chave não são mais exibidas no Google Analytics, e convenhamos que era uma mão na roda para profissionais de SEO, bem na verdade ele já estava desaparecendo aos poucos, em maio de 2010, o Google lançou primeiro a “busca criptografada”, que é uma maneira elegante de dizer que a busca de dados com frases não estariam mais disponíveis (ou seja, ele vai ser criptografado através de uma conexão segura). Daquele dia em diante, você pode ter notado a palavra-chave “(not provided)” tornou-se lentamente o seu mais popular frase de pesquisa, enquanto que os dados de pesquisa reais foram eliminados.

A resposta do Google aos muitos questionamentos a respeito desta ação foi “SEGURANÇA DOS USUÁRIOS”, ou seja o Google quer esconder aquela sua obsessão por Rihanna pelada ou algo assim, quem sabe? Ao esconder dados de pesquisa em NOT PROVIDED, o Google impede as empresas (e hackers de empresas) de combinar dados de pesquisa dos indivíduos. Portanto, não há nenhuma maneira para que todos possam erguer em seu comportamento de busca online. Assim, você pode dar uma googlada de forma segura e procurar o que seu coração deseja, sem o risco de que “ir a público.” Seu segredo pela obsessão de Justin Bieber ou Rihanna pelada está seguro com o Google. 🙂 Continue reading “As palavras chave não são mais fornecidas no Google Analytics por motivo de segurança dos usuários”

Como funciona o trabalho de SEO para obter ranking nas buscas?

O trabalho de otimização de buscas é algo complexo e simples ao mesmo tempo. Há diversas etapas envolvidas no início do trabalho, e qualquer etapa que for queimada e não for bem feita compromete os resultados como um todo.

Eu gosto muito deste trabalho, mas é um trabalho que é feito por trás dos bastidores de um site, ele é engenhoso e um pouco invisível também, mas é o tipo de trabalho que feito em um site proporciona os resultados concretos que toda empresa que tem um website comercial, um produto ou serviço e que deseja obter resultados espera, sim ela espera os resultados claro, e ele vem com o SEO orgânico e também o pago.

seo-otimizacao-de-sites-resultados
Uma avaliação detalhada e sistemática conduz a bons resultados no SEO

OK Márcio, entendi que fica por trás dos bastidores, mas como funciona? Em primeiro lugar é preciso fazer uma avaliação sobre os tipos de clientes e prospectos da empresa, e em primeira mão é necessário ter uma conversa com a pessoa responsável pelo contato direto com os clientes, pois ela tem o melhor feedback, ou mesmo o diretor ou dono empresa ou projeto.

Como facilitar o trabalho do SEO

Quanto mais informações sobre o público consumidor mais fácil se torna o trabalho do analista de SEO, pois estas são as informações mais relevantes que serão levadas em conta para avaliar as principais palavras chave que serão utilizadas para ir em direção a estes possíveis prospectos e clientes. É um processo de aprimoramento, melhoria contínua e inteligência para negócios, e que não pode e deve ser feito em apenas um mês de trabalho por exemplo, em um mês é possível ter bons resultados se um site já estiver na internet, mas não é adequado, o adequado é aguardar os resultados significativos a partir de 2 ou 3 meses em diante.

Após este levantamento e aplicação das palavras chave principais ou a definição delas, o analista irá adequar o seu trabalho de otimização com uma equipe de TI, ou mesmo sozinho dependendo do contrato e do estado atual do site. Esta adequação é o início da otimização ON PAGE (cabeçalhos, rodapés, títulos, texto, palavras chave), otimização externa (backlinks e apontamentos), uso de plugins e tecnlogias de apoio a otimização, publicação de artigos otimizados com palavras chave que gerem ranking, e outros recursos disponíveis para uma otimização profissional.

Geração de resultados e otimização de processos

Em uma terceira etapa, testes serão realizados baseados em resultados do cliente como telefonemas, contatos gerados a partir do site, e pesquisas internas ou dos clientes, procurando ao certo saber como chegaram ao site, e otimizar estes processos buscando palavras chave que dêem mais resultados aos negócios.

Então basicamente é assim que funciona o trabalho de SEO da otimização para obter ranking nas buscas, é simples mas também é bem complexo.